Por que os facelifts estão se tornando mais populares entre os jovens

Por que os facelifts estão se tornando mais populares entre os jovens

Facelifts são comumente vistos como um procedimento cosmético feito por Enfermagem Estética reservado apenas para pessoas com 60 anos ou mais. No entanto, nos últimos anos, a cirurgia ganhou popularidade entre os mais jovens.

Quase 6.000 facelifts foram realizados nos Estados Unidos. em 2019 em pacientes com menos de 54 anos. Na verdade, essa faixa etária representou 34% de todos os facelifts realizados no ano passado.

À medida que os jovens continuam a gravitar em torno de facelifts, é importante entender o porquê.

Os benefícios de fazer um lifting facial precocemente

Muitos pacientes de facelift tendem a deixar o envelhecimento seguir seu curso até os 60 ou 70 anos e então decidem fazer um facelift. Embora a cirurgia forneça resultados surpreendentes, a quantidade de reposicionamento e ajuste do tecido que requer leva a um longo período de recuperação.

Para os mais jovens, espera-se um tempo de recuperação mais rápido, bem como um processo de envelhecimento mais jovem.

Além disso, quando os pacientes com mais de 60 anos fazem facelift, eles geralmente tentam reverter o envelhecimento em 20 anos de uma só vez.

Fazer isso pode levar a resultados dramáticos em comparação com aqueles que visam apenas cinco ou 10 anos. Como os mais jovens não voltam tanto no tempo, seus resultados tendem a parecer mais naturais.

Melhores opções antienvelhecimento para pessoas mais jovens

Quando se trata de envelhecimento, pensar em sua pele e como ela evoluirá é algo importante a se considerar enquanto você é jovem.

Veja também:  10 Papéis do Espírito Santo na vida dos cristãos

Quem tem menos de 30 anos já deve cuidar da pele de forma simples, como aplicar protetor solar todos os dias e evitar exposição prolongada ao sol direto. Ao evitar os danos causados ​​pelos raios UV, você retarda drasticamente o desenvolvimento de linhas finas, rugas, manchas senis e flacidez da pele.

Por que os facelifts estão se tornando mais populares entre os jovens

Uma vez que os primeiros sinais de envelhecimento facial começam a aparecer em seus 30 anos, opções injetáveis ​​não cirúrgicas como Botox® ou Dysport® são uma ótima maneira de minimizar rugas e linhas finas.

É comumente conhecido que essas injeções relaxam os músculos por meses a fio, mas algo importante a ser observado é que elas também impedem que os músculos se contraiam, o que minimiza o agravamento das rugas. Esta é uma ótima opção para quem procura retardar o processo de envelhecimento.

Quando os pacientes atingem seus 40 e 50 anos, normalmente é quando se recomenda um mini lifting facial. Comparado a um facelift padrão, um mini facelift é um procedimento menos invasivo do que uma cirurgia completa e extensa.

Além disso, o minilifting normalmente requer metade do tempo de recuperação de um facelift tradicional e pode ser realizado no consultório com anestesia local. Os resultados de um minilifting facial são de aparência natural e o período de recuperação é mais suave, o que torna esse procedimento ideal para pacientes que desejam manter uma aparência jovem.

Planejando o futuro

Com tantas opções diferentes de lifting facial disponíveis para todos os tipos de problemas de pele, é fácil entender por que o procedimento chamou a atenção dos mais jovens.

A anatomia e o processo de envelhecimento de cada pessoa são únicos e requerem diferentes tipos de tratamentos e procedimentos antienvelhecimento.

Veja também:  Instruções Pré-Cuidados com Botox

No entanto, começar a planejar o futuro desde cedo é uma opção inteligente e pode levar a um processo de envelhecimento mais jovem e natural.

Se você estiver interessado em aprender mais sobre como manter uma aparência jovem, agendar uma consulta com um cirurgião plástico certificado é um ótimo lugar para começar a aprender mais sobre qual plano funciona melhor para o seu corpo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *